O Operário Ferroviário Esporte Clube, por meio de seus dirigentes, jogadores, comissão técnica e demais funcionários, lamenta a tragédia com o avião em que estava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, jornalistas e convidados.

O clube lamenta ainda a morte do goleiro Danilo Padilha, de 31 anos, que passou pelo Fantasma nos anos de 2009 e 2010 e foi o herói do acesso à Primeira Divisão do Campeonato Paranaense, com defesas que garantiram o empate com a Portuguesa Londrinense no jogo do ‘acesso’.

O Operário presta solidariedade aos familiares e amigos das vítimas do acidente, aos torcedores e à população de Chapecó. Desejamos força a Associação Chapecoense de Futebol para que possa recomeçar.

O alvinegro informa que as atividades de hoje estão suspensas e decreta luto de três dias.

Fonte: Assessoria de Imprensa